De volta para todos os Post

Ponto de Memória

A necessidade de informação se dá pela necessidade de conhecer, ou seja, de adquirir conhecimento sobre algo. Assim, o Instituto Boimamão, passou a ser curadora do Ponto de Memória Engenho do Sertão e nesses 20 anos de atividades, acumulou, coletou, escreveu e registrou uma rica coletânea sobre a memória cultural Bombinense e região. São mais de três mil fotografias antes da era digital, matérias de jornais, informativos culturais, folders, pedaços de papel com histórias coletados da tradição oral, livretos, cartilhas, versos, ditos populares, provérbios, pasquins e o mais importante, o Livro da Vida – organizado manualmente com documentos e fotos originais, registra a trajetória do Instituto desde a fundação, no formato de um grande livro.  Nesta proposta, pretende-se aplicar o tratamento técnico, digitalizar e encadernar o Livro da Vida do Museu Comunitário Engenho do Sertão, disponível para visitantes, alunos e turistas na recepção do Museu. Documentos permanentes, que devem ser de conhecimento público e precisam de tratamento e organização, conservação e encadernação para seu manuseio. O Museu Engenho do Sertão, referência Estadual e Nacional reconhecido como Museu Comunitário, destaca-se como um dos dois Pontos de Memória em Santa Catarina, premiado em 2013 pelo IBRAM. Um lugar de guarda e mantenedora desse rico acervo, destinado agora a recuperação de informação e disponibilização de forma digital.

0607_logo_elisabete_anderle_20170608_1003860648-removebg-preview

Instituto Boimamão © 2020. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Lupus Estúdio e Estúdio CACCO.